Anda eu ensino-te ( 13 º capítulo ) Parte III

David e Ana estão agora a uma pequena quase mínima distância, David olha para os olhos de Ana e lembra-se da primeira vez que a viu, a primeira conversa, os meses que estiveram separados. David aproxima a sua cara da cara de Ana, Ana estava em pânico e nervosa pois nunca tinha beijado por isso não sabia o que fazer. David percebe a ansiedade de Ana através da sua respiração e com a sua mão pega-lhe no rosto faz-lhe um carinho e em seguida dá-lhe um carinhoso beijo na bochecha que se encontrava quente devido aos nervos. Por fim Ana acalmou e olha então para David e sorri-lhe tentando não mostrar o medo que sentia.

 

David – Viu senti saudades suas.

 

Ana – É parece que sim, devo confessar que também senti saudades tuas. ( Ana cora )

 

David – Aí é, que bom porque agora eu quero aproveitar a te conhecer melhor.

 

Ana – Aí sim , então bem na última conversa que tivemos eu disse-te que queria ser engenheira mecânica mas não te disse que o meu sonho é ser cantora.

 

David – Ah eu sabia, a sua voz é linda você tem mesmo de ser cantora. Aposto que consegue encantar os meninos com a sua voz.

 

Ana – Por acaso não consigo encantar nada nem ninguém, por isso é indiferente ter uma boa voz ou não.

 

David – Cê me encantou menina, eu não me importaria de ficar toda à noite te ouvindo até adormecia embalado na sua canção. Agora será que eu te consigo encantar?

 

David diz isto com um olhar e um sorriso maroto pelo que Ana cedeu à sua pergunta e retribuiu-lhe o sorriso.

 

Ana – Bem não sei se consegues, mas podes sempre tentar se estiveres interessado em descobrir.

 

David – Acho que vou arriscar até conseguir.

 

De repente começa a dar a música “ I Will always love you” da Whitney Houston e Ana não resiste e começa a cantar e a dançar uma dança lenta.

 

Ana – Ai adoro esta música e não resisto, anda vem dançar comigo vá lá, vai ser giro.

 

David – Cê tá brincando, nem pensar e não sei dançar não, ainda magoo seus pés.

 

Ana – Vá lá, anda eu ensino-te.

 

Ana puxa David os dois iniciam uma dança lenta no inicio David ainda dançava um pouco forçado mas depois pouco a pouco foi-se descontraindo e deixou-se levar pelo o momento.

 

Ana – Vês não é difícil, sabes dançar muito bem.

 

David – Ah só você prá me dizer isso, você me faz sentir tão bem.

 

Ana olha para o relógio e logo repara que já eram oito horas e logo se lembra de Andreia que estava à horas no Colombo por isso rapidamente acorda do seu sonho.

 

Ana – Aí tenho de me ir embora David, já é super tarde a Andreia está à minha espera no Colombo à horas e eu aqui. Coitada já deve estar chateada comigo.

 

David – Ah tem mesmo de ir? Puxa tava a gostar tanto de tar aqui com você. Mas espera ai eu vou com você até ao Colombo, jantamos os três ou quem sabe os quatro a contar com o Ruben.

 

Ana – oh não quero que te preocupes comigo e que vás só por ires.

 

David – Eu quero ir você Ana , quero passar mais tempo com você.

 

Ambos sorriem e dirigem-se então para o Colombo mas de repente são surpreendidos à entrada do Colombo e…

Será que Ana e David poderiam passar mais tempo juntos ou haveria algo a impedi-los.

 

elaborado por acordoamor às 22:56 | link do post | comentar